top of page
Buscar

Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica conquista 4º lugar na Copa do Mundo em Atenas, destacando joias alagoanas

Destaque especial para as talentosas ginastas alagoanas Duda Arakaki e Bárbara Urquiza, cujo desempenho foi fundamental para o sucesso da equipe
Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica. - Créditos: Divulgação/CBG
Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica. - Créditos: Divulgação/CBG

A Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica encantou o mundo com sua performance na Copa do Mundo realizada em Atenas, na Grécia, conquistando um honroso 4º lugar na competição. Sob a liderança da treinadora Camila Ferezin, o conjunto brasileiro demonstrou todo o seu potencial ao apresentar a nova coreografia intitulada "Venha ao Brasil".


Com apenas duas execuções em competição, a Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica rapidamente se destacou, alcançando o top 4 na etapa de Atenas da Copa do Mundo. O Brasil somou 29.800 pontos na final, evidenciando a força e a habilidade das atletas brasileiras.


Durante a fase preliminar, realizada no sábado, o Brasil registrou uma nota de 29.500, garantindo a sexta colocação. No entanto, foi na final que as ginastas brasileiras brilharam ainda mais, superando potências mundiais como Bulgária, Israel, Espanha e Japão. As medalhas ficaram com a Polônia, Itália e China, respectivamente, mas o Brasil deixou sua marca ao se posicionar à frente de grandes adversários.


Dentre as ginastas que se destacaram, as alagoanas Duda Arakaki e Bárbara Urquiza foram fundamentais para o sucesso da equipe brasileira. Com sua técnica impecável, graça e elegância, elas conquistaram não apenas a atenção do público, mas também o reconhecimento dos juízes, contribuindo significativamente para o desempenho geral da seleção.


A participação da Seleção Brasileira de Ginástica Rítmica na Copa do Mundo em Atenas foi marcada por momentos de brilhantismo e superação. Ao conquistar o 4º lugar na competição, o Brasil demonstrou sua capacidade de competir em nível internacional, deixando claro que está no caminho certo rumo ao sucesso. Com talentos como Duda Arakaki e Bárbara Urquiza, o futuro da ginástica rítmica brasileira é promissor, e podemos esperar ainda mais conquistas e emoções nos próximos eventos esportivos.


Beijo, abraço, saúde, fique com Deus e até a próxima...


Comments


bottom of page